30 de março de 2012

FRAGMENTOS DO ROCK - 1a edição - Por Artur Farrapo

Mandando tudo pelos ares na antiga e empoeirada estrada do rock’n’roll

Fela Kuti Espaço Sideral - Manaus-AM
Juntam-se os fragmentos do rock autoral amazonense, enquanto carros e modas passam, sem ver o que há de bom e novo no bom e velho rock’n’roll. As bandas (ou bandos) Tudo Pelos Ares, Antiga Roll e The Dust Road, fizeram muito bem as lições da velha escola do rock, de Chuck Berry, Ten Years After até Ramones e AC/DC.
Tudo Pelos Ares (Foto: Aline Fidelix)
A Tudo Pelos Ares veio dos vôos rasantes e nervosos da extinta Sentapua e em 1990 Eduardo Molo junta os pilotos da esquadrilha. Eduardo Molo (gt-vc), Marcelo Lima (bx), Luigi Paolo (gt) e Rubem Júnior (bt) tem em seus objetivos levar um hard rock honesto, cru, direto e irreverente nos moldes de AC/DC e Black Sabbath. Os caras já deixaram as coisas do jeito que o diabo gosta em vários festivais e shows, alguns em outras terras. Em Manaus saíram lado escuro da nossa lua para apresentações no Fest Rock Chaminé, Até o Tucupi e Grito Rock 2012. A banda ainda lançou o compacto “Corrida Suja” e o cd “Sentapua”.
Antiga Roll   (Foto: Aline Fidelix)  
Antiga Roll, vinda de Maués e eletrificados com guaraná e rock, chega a Manaus em 2008 e metem a cara nos guetos rockers da capital, uma renovação mais do que bem vinda. Os rocks das antigas são a grande influência dos caras. Já balançaram os esqueletos do público em festivais de sua cidade natal e têm se mostrado atuantes aqui na capital infernal tocando no Dia Mundial do Rock e Grito Rock (2010, 2012). Com uma demo caseira “Nós amamos toda essa sujeira” e um EP recém gravado “De jaqueta no inferno”, com previsão de lançamento para este mês ainda (abril). A Antiga é: Diego Yamane (vc), Tharciso Yamane (gt-vc), Thiago Solimões (bx) e Neto Pato (bt).

Dust Road  (Foto: Aline Fidelix)  
Já a The Dust Road vem fazendo as pedras rolarem desde 2005, sendo formada como um power trio nervoso, hoje conta na linha de frente com Cahê Archer (gt-vc), Léo Cólera (bx, vc) e Gil Santos (bt-vc). Com fortes influências de puro rock e blues dos anos 60 e 70, os caras apostam e ganham quando o jogo é clássico. Sempre presentes onde o rock se faz necessário, fizeram vários shows pelos bares e festivais de Manaus e outras cidades como São Paulo e Brasília, destacando-se também no Grito Rock 2012.

por Artur Farrapo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários e sugestões são sempre bem vindos...